• Amanda Sobrancelhas

Micropigmentação não é tatuagem


É comum que quem não tem muita experiência na área acabe confundindo ambos os processos, mas eles são bem diferentes e possuem efeitos e resultados distintos.

Afinal,a micropigmentação não dura para toda a vida, o que não é o caso da tatuagem que, para ser retirada, exige um longo e doloroso processo. Mas essa não é a única diferença entre esses dois procedimentos e, para que fique mais fácil e claro, separamos neste artigo todas elas de forma simples e didática. Fique atento!


1º Diferença: Duração


Como dissemos, a tatuagem é um procedimento que dura a vida toda e a micropigmentação, não. Já, no segundo caso, seu efeito pode chegar até a um ano ou mais, dependendo do tipo de tinta utilizada e da forma que foi aplicada. Mas, por quê?

Isso é simples de explicar. A micropigmentação ocorre apenas na parte superficial da pele para ser mais específica, entre a última camada da Epiderme e primeira camada da Derme. Geralmente nessas camadas ocorrem mudanças celulares, ou seja, elas se renovam de tempos em tempos, o que faz com que o processo tenha uma validade óbvia. O tempo pode variar entre seis meses a um ano e meio e a aplicação deve ser refeita para manter os resultados sempre impecáveis.

Para quem deseja mudar a aparência mas tem receio de não gostar, a micropigmentação é uma solução muito viável, já que pode ser retirada com o tempo, sem que seja preciso passar por longos processos de remoção que, no caso das tatuagens, são dolorosos e caros.


2º Diferença: A máquina utilizada


Aqui precisamos reforçar o motivo da tatuagem durar a vida toda e a micropigmentação, não. Basicamente, são dois fatores: a tinta e a forma de aplicação. Sobre a tinta, falaremos mais abaixo. Neste tópico, vamos explicar sobre o aparelho utilizado.

Na tatuagem, temos a máquina específica, aquela que atinge a derme na pele. A máquina de Tatuagem deposita pigmento em movimentos rotacionais por isso no mercado é conhecida como “ROTATIVA”, uma máquina própria para fazer desenhos na pele com várias cores.

Na Micropigmentação, por sua vez, utiliza um aparelho chamado “DERMÓGRAFO” deposita o pigmento em movimento de rotação porém é bem menor quando comparado a máquina de tatuagem. Nas camadas que são aplicadas o pigmento, a renovação ocorre de trinta em trinta dias ou até mais, dependendo de cada pessoa. Por isso há a necessidade de fazer o “Retoque”. A Micropigmentação começa a ficar mais “apagada” e então precisa ser reaplicada. Salvo alguns casos que não necessitam, devido a pele acomodar bem o pigmento.


3º Diferença: Tinta utilizada


De forma geral, podemos dizer que a tinta utilizada na Tatuagem possui moléculas maiores, ou seja, deixa o resultado por mais tempo na pele. Quando comparado os pesos moleculares de cada pigmento podemos dizer que o pigmento da Micropigmentação varia entre 3 – 10 µ, enquanto os pigmentos de tatuagem: 30 µ. Entendeu porque tatuagem dura mais?

Até mesmo a coloração da tinta específica para este processo é diferente, pois a tatuagem tem como finalidade o desenho na pele e a micropigmentação possui a característica de corrigir falhas. A tinta utilizada na Micropigmentação por se tratar de moléculas menores deixa o resultado mais próximo do natural e tem como base a glicerina, mais sutil que a tradicional.


4º Diferença: O resultado


Quem entende das diferenças entre os dois procedimentos sabe o quanto o resultado é diferente em ambos. Isso devido a todos os tópicos que já citamos, como a tinta e o aparelho utilizado.

A micropigmentação foi pensada para ser sutil e mais parecida com o que seria um resultado natural. Quando se trata de sobrancelhas, por exemplo, quase não dá pra notar que foi feito um procedimento, apenas que há um desenho bonito e bem feito dos fios. E este é exatamente o propósito da micropigmentação, ser eficaz e natural.

Já a tinta da tatuagem, como dissemos, irá deixar um resultado mais artificial, porque ela é produzida para desenhos, não para a finalidade que as pessoas utilizam em maquiagens definitivas. Geralmente no final de um trabalho de tatuagem ele costuma ‘BRILHAR” porque esse é o resultado esperado de um trabalho de desenho artístico. Essa é uma grande diferença entre os dois processos e é o que faz com que as pessoas ainda tenham receio de procurar um profissional com essa finalidade, temendo um resultado artificial.


Então, por que as pessoas ainda confundem?


Bem, isso é simples de entender. No passado, era muito utilizado o termo “maquiagem definitiva”, pois os procedimentos eram realmente mais parecidos com o da tatuagem comum. Aliás, ele ainda ocorre, justamente com este nome.

Porém, a micropigmentação surgiu como uma solução muito mais natural e sutil do que a maquiagem definitiva, exatamente por causa das diferenças que citamos nos tópicos acima. A maioria das pessoas ainda não conseguem distinguir os dois termos, por falta de informação ou até mesmo porque há pouca divulgação.

Mas o mercado de micropigmentação só tende a crescer, já que ele traz diferenças incríveis nas mulheres e devolvem a autoestima de muitas delas.

O termo ainda precisa ser mais divulgado e conhecido, mas quem conhece as diferenças sabe o quanto são grandes, principalmente se tratando dos resultados. Além disso, a tatuagem é definitiva, como o próprio nome diz e retirá-la é um processo difícil e caro.